Vá com calma - com Cristina Maciel

EMtrevista.jpg
Num dia tão especial como o casamento, é preciso ter cuidado com o stress logo nas primeiras horas de produção. Por este motivo, a maquiadora Cristina Maciel criou um estúdio de atendimento exclusivo e com número limitado de pessoas. Para conhecermos essa proposta mais a fundo, entrevistamos a maquiadora para a EM Curitiba #05, mas disponibilizamos a entrevista por aqui também: 

 

Even More: Por que você acredita que o dia da noiva com muitas pessoas juntas tenha se popularizado tanto?

 

Cristina Maciel: Eu penso que tudo que vem de fora do Brasil é copiado por aqui. A influência americana trouxe essa tendência e, realmente, quando vemos em foto parece tudo lindo. Contudo um ambiente com muitas mulheres durante todo o dia, pode se tornar muito tumultuado. Devido à importância do momento, a noiva se torna muito sensível e essa energia em excesso por estressá-la.

 

EM: No seu ramo de trabalho, quais as maiores dificuldades em relação ao espaço e quantidade de pessoas para a produção do casamento?

 

CM: Nestes 11 anos de profissão tenho trabalhado sempre no improviso. Em quartos de hotel com espaço reduzido, sem uma cadeira adequada para a cliente e para o meu trabalho também (ergonomia). Falta de luz adequada, as tomadas às vezes são antigas e não suportam um secador potente. Já tive situações em que o ar condicionado não funcionava, somado à presença de dois ou mais fotógrafos, cinegrafistas, cerimonial, mãe da noiva, irmã, amigas, avos. Isso realmente não tem nada a ver com o atendimento exclusivo que ofereço. Parecia mais um salão de beleza lotado, cheio de barulho e stress. Toda hora tendo que controlar o tempo para que todas fiquem prontas para se deslocar à cerimônia e, principalmente, estarem felizes com a produção; pois somente a noiva fez uma prévia e escolheu penteado e maquiagem, as acompanhantes escolhem tudo na hora e quando têm várias pessoas não sobra tempo para desmontar tudo e refazer. A meu ver, quem sai perdendo é a noiva, que paga por um serviço de exclusividade e não usufrui, pois tem que dividir o profissional com mais pessoas.

 

EM: Como surgiu a ideia de criar um estúdio especializado, e oferecer atendimento no dia do casamento?

 

CM: Resolvi montar o Studio com atendimento exclusivo para minhas noivas com uma estrutura feita sob medida para um atendimento VIP. A idéia surgiu pelo fato de trabalhar tantos anos com o improviso, que comentei, nos hotéis. O ambiente foi projetado para dar tranquilidade e bem estar, a luz é controlada conforme a incidência da claridade natural do dia, ou ainda utilizar pontos estratégicos de LED para ter o melhor resultado na escolha das cores da maquiagem. O atendimento no dia é cheio de mimos, boa música, lanche especial, espumante no gelo, roupão personalizado, um lindo jardim no terraço para fotos. Continuo fazendo casamentos fora de Curitiba como antes, mas, quando o casamento é na cidade, o atendimento será priorizado no meu Studio.

 

fotografia: Iko Fotografia

 

EM: E quais as principais vantagens em atender apenas a noiva e, talvez, a mãe da noiva no dia do casamento - tanto para profissionais como para o cliente?

 

CM: Quando recebo somente a noiva no dia, ou com uma acompanhante, consigo dar a elas um atendimento realmente a altura do que elas merecem em um momento especial como este. Começamos logo na primeira hora da tarde, tenho tempo de fazer uma preparação especial na pele da noiva, ela relaxa enquanto fica com uma máscara. Enquanto isso, posso preparar o cabelo da acompanhante e  quando o fotógrafo chega já estou com a maquiagem da noiva quase finalizada para que ele registre os detalhes finais com calma. Fazemos um making of caprichado com muitos detalhes, em seguida visto a noiva e entrego ela pronta para o fotógrafo poder fazer o seu trabalho. Enquanto ela fotografa posso terminar a produção da acompanhante, e elas saem juntas para a cerimônia sem atrasos. Tudo flui e este dia fica marcado só com boas lembranças. As amigas até passam por lá pra dar um oi e fazerem um brinde, mas a ideia é que seja uma visita rápida para que a noiva possa ter o seu momento de relax e estar pronta para uma noite de muita festa.

 

EM: O ritmo do trabalho muda? Como?         


CM: O ritmo de trabalho muda sim, posso fazer tudo com muita qualidade.

 

EM: Você acredita que essa seleção e busca de exclusividade seja um movimento crescente, ou as pessoas ainda estão arraigadas na ideia das produções maiores, com madrinhas e convidados? 

 

CM: Sim, eu acho que muitas pessoas buscam isso, por isso investi nesse projeto. Tenho recebido muitas clientes com esse perfil, que buscam o atendimento exclusivo, que gostam de se sentirem únicas e bem atendidas, com produtos de qualidade. Invisto muito na aquisição de maquiagens de alta tecnologia, maquiagens que realmente fazem a diferença no resultado da produção, seja ela para noiva, formanda, editorial, ensaio fotográfico ou televisão. 

 

newsletter >
Scroll to top