equipe_capa_idfashion.jpg

JUNTOS SOMOS MAIS // EMMAG ID14

Foto Izadora Padilha   por Carmela Scarpi A EMMAG, em sua essência, é colaborativa. Desde nossa primeira edição seguimos com esses valores para criar nossa identidade de moda curitibana. O convite para integrarmos oficialmente a terceira edição do IDFASHION foi, para nós, uma afirmação sobre o trabalho que sempre fizemos.   Acreditar em um modelo de negócio que estimula a colaboração não é realmente uma coisa fácil. M

materia_Eviedee_2.png

Larga de ser cruel / cosméticos // s.01

por Carmela Scarpi   A gente acredita na consciência do consumo sim. É por meio de ações individuais que mudamos o mundo. Mas praticar hábitos relacionados à .s u s t e n t a b i l i d a d e. requerem um pouco mais de atenção e estão muito além daquele discurso de comprar em brechós e tal ~ hmm preguicinha, moçxs.     Já que estamos cansados de blá blá blá, e já vem na boca o bocejo diante de palavras que perderam o s

capa_evenmore_crisemarcaautoral.png

Crise acelera oportunidades de expansão

Apesar de um cenário econômico desfavorável, marcas curitibanas conseguem traçar estratégias que driblam uma crise de consumo e projetam uma expansão dos produtos feitos por aqui. Lidar com situações financeiras e políticas delicadas, claro, dependem de diversos outros fatores que apenas a iniciativa ou capacidade de inovação. Contudo, com um bom planejamento estratégico, anterior à situação atual, é que marcas conseguem se preparar par

capa_multimarcas.png

O fenômeno das multimarcas locais

foto reprodução   Não faz dois dias que Curitiba recebeu o Espaço Moko lá pela Trajano Reis. Multimarca, loja colaborativa, chame como quiser. A inauguração, que abre portas para um novo local de compartilhamento entre marcas curitibanas com conceito bem delimitado, não é nenhuma novidade em seu formato, mas traduz uma tendência muito forte dos últimos anos.   Parece que enfim superamos aquela barreira competitiva entre os p

original_evenmore.png

original

imagem reprodução - "A tentação de Adão" de Tintoretto   Eva era original e pecou.   de nu comum, levou-nos ao manifesto diário do vestir-se.   e do primeiro pecado surgiu a originalidade de cada escolha, aquela pela qual seremos vistos daqui por diante.   e tudo será segunda interpretação [de palavras e aparências].   porque um ser que veste é exposição. contraponto ao corpo sem veste que iguala - em certa

newsletter >
Scroll to top