Maquiagem, sempre uma amiga?


Especialistas afirmam que mau uso da maquiagem pode causar danos ao organismo, saiba como evitar.

por Milena Bottega

A maquiagem data de períodos pré-históricos. Desde características das tribos até o século XX, quando principalmente as mulheres se apropriaram dos produtos para enaltecer a beleza e disfarçar características. Hoje, ela é parte do cotidiano de muita gente, e cada vez mais cedo. Mas essa iniciação precoce pode trazer algumas consequências.

Assista: água termal é placebo? com Dra. Layla Comel (Youtube)

Leia também: Conversamos com Fê Canna sobre produtos naturais e descarte de embalagens

O uso excessivo de produtos pode gerar problemas para a pele e o corpo – boa parte por causa de compostos sintéticos presentes nas maquiagens tradicionais. “O uso de maquiagem sem o devido cuidado com a pele pode ocasionar obstrução dos poros, o que gera um ambiente propício para a proliferação de bactérias, levando ao aparecimento de cravos e espinhas, além de estar diretamente associado ao desenvolvimento precoce de rugas e linhas de expressão”, conta a dermatologista Isabela Gava. A utilização constante das substâncias químicas na formulação ainda pode desencadear quadros de alergia como a dermatite de contato.

Segundo Isabela, os parabenos utilizados para a conservação podem trazer riscos à saúde. Esses compostos estão presentes em muitos produtos relacionados à beleza para prevenir a formação de bactérias e fungos, e evitar a contaminação, mas o contato com peles sensíveis pode ocasionar alergias. Estudos mostram ainda que a substância possui estrutura química semelhante à do hormônio estrogênio, e o excesso desse hormônio no organismo pode gerar problemas como depressão, ansiedade até retenção de líquidos e, em casos extremos, câncer de útero e de mama.

Soluções diárias e novas fontes

Mas existem alguns cuidados que podem ser tomados para que a pele continue saudável. “A pele deve estar sempre limpa e hidratada antes de receber a maquiagem, e após o uso, ela deve ser retirada com produtos ideais para o seu tipo de pele”, recomenda Isabela. A limpeza correta após o uso impede que se prolongue alguns dos malefícios causados pelos compostos.

Para a remoção de produtos mais pesados e pigmentados, ou à prova d’água, a sugestão é utilizar demaquilantes bifásicos. Depois, sabonete apropriado para o seu tipo de pele, evitando que os poros fiquem obstruídos, e ainda finalizar com o tônico e um hidratante.

Outra iniciativa é apostar em produtos menos agressivos, feitos organicamente, como os da Cativa Natureza. “O conceito do ecologicamente correto vem tomando espaço em vários aspectos, principalmente na alimentação, estilo de vida e nos cosméticos que também adotam regras para evitar ativos sintéticos, derivados animais, glúten”, define Rose Bezecry, idealizadora da marca.

Para ela, hoje, as empresas já nascem em um modo mais sustentável para buscar soluções não apenas em nível individual, como socioambiental também, e essas mudanças não têm volta. Na primeira loja localizada no setor de orgânicos do Mercado Municipal de Curitiba, é possível encontrar linhas certificadas que entregam também um valor agregado. “O reflexo de uma nova cultura e mudança de comportamento da sociedade que cada dia tem se tornado mais informada, passou a exigir das empresas atitudes que não prejudiquem o meio ambiente e nem o nosso corpo”, analisa.

foto de capa: reprodução (autor desconhecido)

Previous A influencer Guid se desafiou a ficar 30 dias sem usar preto e nós fomos conferir o motivo
Next Brechós em NY para conhecer, por Brusinha Podcast

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *