Daqui

[EM]TREVISTA: Desafio Moda Autoral – SASSI

24 de julho de 2019 - 10h20
Por Even More

Durante o último mês, a 10ª edição do LabModa movimentou as atividades do Pátio Batel. O Desafio Moda Autoral encerrou a programação destacando quatro marcas que participavam do evento para se ficar de olho. Dentre os jurados estava a jornalista de moda Lilian Pacce.

A iniciativa ofereceu como prêmio uma permanência de 15 dias (até o final dessa semana) na loja Gallerist do shopping. Conversamos com cada um dos ganhadores para trazer uma visão fresca sobre o mercado em 2019, desafios da cidade e perspectivas. Paula Dalberto é designer na Sassi, marca escolhida como representante do Desafio na categoria acessórios, e conversou com a gente sobre a área e o desenvolvimento da marca que se inspira na natureza para encapsular suas ideias.

Leia também: [EM]trevista – Desafio Moda Autoral – TRANSMUTA

Even More: De onde surgiu a ideia da marca e como teve contato com esse processo em resina que utiliza hoje?

Sassi: Como diretora de arte de moda eu sempre tive um olhar apurado para a estética, para a beleza e o tema das flores sempre esteve presente, principalmente nas minhas fotos. Quando decidi fazer uma transição profissional de designer gráfico para designer de produto comecei a pesquisar quais produtos eu poderia aliar o meu conhecimento artístico com o meu amor pelas flores, queria algo que as minhas amigas desejassem usar! Daí surgiu a Sassi, que eterniza flores naturais em joias. E o nome Sassi é a abreviatura do meu sobrenome materno, assim uma homenagem a todas as mulheres.

EM: O que para você é ter e criar uma marca de acessórios hoje no mercado?

S: Criar uma marca de acessórios foi a forma mais preciosa que eu encontrei de transformar a minha arte em algo tangível, que fizesse brilhar os olhos de alguém. Ter uma marca no mercado é um grande desafio e aprendizado, pois não é somente criar, você tem que ter um pensamento estratégico e empresarial para poder permanecer e crescer.

EM: Como foi a recepção do público do shopping ao produto?

S: Foi excelente! O público do shopping, principalmente o do Pátio Batel, está antenado às tendências, tem o costume de consumir produtos de qualidade e ter a aceitação da Sassi mostrou que eu estou no caminho certo no aprimoramento das joias.

EM:  Algum feedback que chamou a atenção?

S: Ter recebido das mãos da Lilian Pacce o troféu de Marca de Acessórios em Destaque, foi o feedback mais importante durante todo o evento LabModa.

EM: Quais as expectativas para a temporada de vendas em uma loja física dentro do shopping, em especial dividindo espaço com outras marcas de todo o Brasil já consolidadas em um nicho mais voltado para o luxo?

S: Estar na Gallerist é uma oportunidade de mostrar o meu produto a um público exigente, que sabe apreciar o belo. Pretendo continuar lá.

EM: E o maior desafio de ser autoral no mercado hoje?

S: O maior desfio de ser autoral é você ser autêntico, como diz o slogan do LabModa. Temos que buscar inspiração em outras áreas, nas artes plásticas, no cinema, na literatura, na arquitetura, ver o que outros designers do mundo estão criando, ter um olhar crítico de onde a sua marca está hoje e onde ela pode chegar. O importante é acreditar nas suas próprias ideias e ter criatividade e perseverança para executá-las.

Comentários

 
|