Expectativas da semana - filmes

50_tons_de_cinza_cinema_jamie_dornan.jpg

Faz tempo que não apareço e, para compensar, tentarei fazer um apanhado daquilo que vi, li e escutei sobre o mundo da sétima arte.

 

Pois bem, nesse tempo em que não escrevi para o Even More acabei por me viciar em mais algumas séries, a vibrar com alguns filmes e a criar expectativas com alguns trailers – especialmente o do “50 tons de cinzas”, o qual chegou a ser considerado como o trailer mais visto da história do cinema. E não é à toa.

 

50 tons de cinza filme

 

Além da ajudinha da internet e do livro best-seller, o elenco, a música – de Beyonce num dark “Crazy in Love” -  e os cortes de cenas fizeram todo mundo pedir mais que 2 minutos de trailer. E olha que eu que nunca curti a história e sempre fiz questão de desdenhar o romance, mas depois de ver essa “palhinha” do longa, admito que estou ansiosa para assisti-lo inteiro! Bom trabalho, produção!

 

50 tons de cinza filme

 

Outra produção que todos esperam ansiosos é “Alice no País das Maravilhas -2”. Isso não se dá devido ao sucesso do primeiro longa, que dividiu um pouco a crítica, mas sim porque semana passada a produtora confirmou Jim Bodin, de “Os Muppets”, como diretor, de modo que Tim Burton, o grande arquiteto do projeto, não comandará as filmagens. Felizmente, foi confirmado que mais uma vez Johnny Depp será o Chapeleiro Maluco, Mia Wasikowska dará a vida a Alice e Helena Bonham Carter encarará a Rainha de Copas. Resta-nos aguardar!

 

Alice no País das Maravilhas 2

 

E, por fim, para não ficar no blábláblá, estreará semana que vem, 14 de agosto, o aclamado “Amantes Eternos”.

 

Amantes Eternos filme

 

O longa, muito elogiado em Cannes no ano passado, conta a história de Adam, um vampiro vivido pelo muito carismático Tom Hiddleston, que vive atormentado com a mediocridade humana, mas que acaba por se animar quando sua esposa Tilda Swinton resolve aparecer. Infelizmente, junto com ela vem sua irmã caçula e problemas que transformam a vida de Adam em um caos.

 

Eternos Amantes filme

 

Como esse filme foi exibido pela primeira vez ano passado, com a ajudinha da internet, consegui vê-lo antes mesmo da estreia nas salas brasileiras e perdi meu tempo! Juro. Este filme com um elenco brilhante é chato, chato, chato. Sem mais. E o problema está no enredo, que mesmo editado de forma ágil, não se desenvolve. A depressão do protagonista dá agonia, como bem quis o diretor, mas cansa e muito. O que vale mesmo a pena é ver Tom o tempo inteiro sem camisa e Tilda sempre dando show de atuação até nos roteiros mais fracos como esse.  

 

newsletter >
Scroll to top