Barco Sorriso, um mar de saúde

even_more_cultural_acontece_barco_sorriso.jpg

Como o assunto das últimas semanas tem sido bem odontológico, venho hoje contar e convocar os nossos leitores para esta campanha. No último dia da semana passada tive o privilégio de conhecer e conversar com a Lorayne Claudino, para quem não a conhece, ela é a idealizadora do projeto que hoje todos conhecem como Barco Sorriso. Ao final do ano passado, a advogada participou de um evento de dia das crianças, chamado Mutirão da Alegria, para fazer doações de brinquedos e doces nas comunidades litorâneas do Paraná. Da experiência ela voltou em choque ao perceber que a saúde bucal de diversas crianças estava comprometida pela falta de cuidados e conhecimento.

 

Barco Sorriso - Um mar de saúde

 

Diante do problema, Lorayne decidiu agir e convocou alguns amigos dentistas para adentrar às comunidades e tentar, por mais precário que pudesse ser, fazer algum procedimento que ajudasse a melhorar a situação. Em um mês eram ao todo 20 pessoas reunidas para fazer o bem, dentre eles 5 dentistas. Com ajuda do Renato, um morador da região que hoje trabalha com o transporte de turistas e projetos, o primeiro grupo que partiu em novembro de 2013 conseguiu atender 3 comunidades, e levar material de higiene bucal a quatro. O atendimento, mais superficial - afinal era a primeira experiência, deixou o sentimento de que a ajuda teria que retornar periodicamente.

 

Barco Sorriso - Um mar de saúde

 

No segundo encontro, que acabou se formalizando como o Barco Sorriso, foram 30 voluntários que partiram, no mês de abril deste ano, para atender as comunidades. O interesse daqueles que querem levar um pouco mais de qualidade de vida para regiões tão isoladas moveu ainda mais gente e as doações de material específico para os tratamentos aumentou. O conhecimento adquirido na última viagem auxiliou também os profissionais que, nesta vez tinham maior preparo sobre quais seriam os tratamentos mais comuns e de que forma poderiam fazê-lo. A restauração de cáries e extração de dentes já foi possível, mesmo diante da precariedade do local e, vale dizer, que a esterilização e higiene dos materiais é a maior preocupação.

 

 Barco Sorriso - Um mar de saúde

 

Barco Sorriso - Um mar de saúde

 

Para a terceira visita, que ocorrerá nos dias 2 E 3 DE AGOSTO, a preparação foi diferente. Serão 40 voluntários, para atender o dobro de comunidades, simultaneamente. Eles pretendem rever os primeiros atendimentos e diagnosticar a evolução, inclusive. Com experiência e muita motivação, eles levarão não apenas dentistas, mas veterinários para tratar da comunidade de cachorros, problema identificado por uma voluntária na última viagem. Serão também sociólogos e psicólogas para avaliar as principais dificuldades destas comunidades que enfrentam, hoje, a chegada do mundo de fora dentro do seu isolamento. Como um dos principais objetivos do Barco Sorriso é ajudar sem, contudo, modificar os costumes e tradições da população, essa expedição servirá como um raio x para saber até que ponto se pode estimular a preservação dos costumes locais.

 

Barco Sorriso - Um mar de saúde

 

A periodicidade ainda é incerta (por volta de 4 messes), mas eles já avaliam uma quarta visita por meados de outubro. Como o trabalho depende do voluntariado é preciso conciliar agendas, principalmente dos dentistas. Mas, tenho que dizer que esta matéria, cheia de dados e informações incríveis, não chega aos pés do que foi conversar com a Lorayne e ver, nos olhos, a emoção dela ao contar cada conquista, por menor que parecesse. Como ela mesma disse, a experiência é uma grande troca e a satisfação de voltar para casa sabendo que você ajudou uma criança a dormir melhor, por curar a dor que sentia nos dentes, não tem recompensa à altura. E ela faz questão de frisar que o que é preciso ter é vontade, não é uma questão de ter dinheiro para fazer a viagem, isso se pode arranjar junto às doações. Poder fazer tanto com tão pouco é o maior propulsor deste Barco.

 

QUER AJUDAR?

Para quem quiser participar segue o link da página do Barco Sorriso. Você pode ser um voluntário, mas também pode contribuir com doações de material ou até mesmo dinheiro. Toda e qualquer ajuda é bem-vinda, basta enviar uma mensagem inbox e eles terão o maior prazer em te responder.

 

 

Barco Sorriso - Um mar de saúde

 

newsletter >
Scroll to top