Austral: do sul, daqui


Pode ser uma definição de extremo sul, uma antiga moeda argentina ou até uma cerveja que percorre bares da Patagônia; mas aqui, em Curitiba-PR, Austral é uma marca de acessório totalmente diferente do que você já conheceu.

 

Falo isso porque eu mesma me surpreendi. Num desses dias em que o Instagram nos engole como um buraco negro fui parar na página que Raquel Bloomfield construiu para divulgar suas peças. Desde lá, sabia que o dia em que escreveria essas palavras que você lê agora seria uma questão de tempo e agenda.

 

 

Nossa conversa aconteceu há algumas semanas, quando ela me contou o que vou dizer por aqui. Formada em Design de Moda, pela UDESC de Santa Catarina desde o início de 2014, a divulgação do projeto começou em julho do mesmo ano, mas as vendas em si só em novembro. Com uma coleção de cerca de dez peças, o e-commerce é relativamente novo, mas a ideia, essa não é tão recente assim.

 

Foi numa viagem a Buenos Aires em 2011 que Raquel começou a trabalhar em sua técnica de ourivesaria, durante o intercâmbio de 10 meses que fez em nosso vizinho. Lá que seu interesse pela área de acessórios cresceu. “Cheguei a fazer uma disciplina de acessórios da UBA (Universidade de Buenos Aires) onde estava cursando o intercâmbio, mas como queria aprender mais a técnica do que a parte conceitual acabei achando um curso próprio”, conta.

 

 

 

De volta ao Brasil, ela idealizou algumas peças que compuseram seu trabalho final da faculdade lá em Florianópolis. Formada e de volta a Curitiba, durante a busca pelo seu espaço no mercado de trabalho, decidiu confeccionar alguns braceletes para vender enquanto esperava retorno sobre os currículos enviados. O que Raquel não esperava era que o projeto paralelo acabasse tomando conta de todo o seu tempo.

 

Mas você deve estar se perguntando, o que é tão surpreendente? Acontece que as peças da Austral dialogam com os contornos de montanhas da América do Sul. Tanto braceletes, como pulseiras e coleares, desenham os contornos das montanhas. Confeccionadas em latão elas têm força e delicadeza ao mesmo tempo. Essa pegada “montanhesca” surgiu de uma paixão da designer. “Em 2006/07 fui viajar com meus pais pelo continente sul-americano, como era adolescente não queria muito ir, preferia a praia. Mas nessa viagem foi que comecei a me apaixonar pelo continente”, lembra. Algum tempo depois retornou à região com o pai e o tio, para fazer o extremo sul da Argentina e Chile, e foi no Parque Nacional Torres del Paine que Raquel teve – como ela mesma descreve – um encontro espiritual consigo.

 

 

 

 

“Sempre tive essa ideia de que antes de conhecer outros continentes, deveríamos conhecer o nosso próprio”, fala. Levar essa emoção para o seu trabalho tem este objetivo: deixar na Austral uma marca mais andina, o que não significa que ela vá se limitar às referências da América do Sul. “Pretendo expandir, mas mais para frente”. Hoje, as peças feitas em latão são recortadas a lazer por modelos desenhados em vetor no computador. O mais interessante do material é que, com o tempo ele ganha marcas características e únicas – mais ou menos como funciona nas peças em couro. Mesmo que entregues sem nenhum tipo de ação do tempo, sua peça vai se tornando exclusiva aos poucos. Na parte operacional, Raquel pretende trabalhar com quatro coleções anuais, sendo dois temas principais divididos em dois grupos de lançamento.

 

 

 

 

Este ano, como estava no começo da divulgação, só haverá uma nova coleção no próximo semestre. Mas você pode escolher as peças que estão a venda através do site aqui.

 

 

 

 

 

 

 

Atmosfera 935

 

A Austral é uma das marcas fundadoras do Coletivo Atmosfera 935 que reúne criativos de Curitiba num movimento atuante no cenário regional de moda, gastronomia e cultura. A ideia cresceu a partir da iniciativa de algumas amigas em promoverem um bazar de compras.

 

Para tornar a experiência do consumidor mais atrativa e poderem expandir seus projetos para além do mero consumo, elas resolveram criar o coletivo que iniciará suas atividades neste final de semana com o primeiro “Atmosfera Criativa”. O evento será realizado no espaço Das Nuvens, na Galeria Tijucas (onde foi nosso ensaio da Revista EM Curitiba #02, lembra?) mas sobre isso nós conversaremos amanhã 🙂

 

(fotografia à direta: Gabriela Alves)

 

 

Previous Neste domingo é dia de Trajanar
Next Uma Atmosfera Criativa te espera neste sábado

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *