A um passo de distância, Apuê


2. MODA

 

Dando continuidade aos nossos “conselhos de amigo” da semana – e se você não sabe do que eu estou falando leia o post deste link – hoje, separamos uma coluna DAQUI especial. Não apenas para te apresentar a um produto totalmente atemporal, como também por ser uma das  marcas que integrarão o editorial da EM Curitiba #05 (lançamento na semana que vem, fique atento!).

 

Como bons amigos que somos, queremos tornar o ato de consumir algo cada vez mais consciente para todos os nossos leitores. E isto inclui saber escolher aquelas peças-chave para seu guarda-roupa.

 

Claro, é legal ter as cores da última moda, mas você não pode ser escravo das coleções. Construir um estilo e ter roupas duráveis e clássicas é o maior segredo de qualquer um que queira se vestir bem, despretensiosamente.

 

E é isso que a Apuê vai te oferecer.

 

Depois de mais de 10 anos trabalhando na marca de calçados inglesa, Clarks, Sheila Hiromoto voltou ao Brasil em 2014 trazendo uma nova cara para o mercado calçadista nacional.  A vontade de voltar para casa somada à oportunidade de suprir um nicho escasso no comércio de sapatos brasileiro, a motivou a criar a Apuê – que tive a oportunidade de conhecer na nona edição da Vicentina.

 

 

Inclusive, foi no evento que a marca fez sua estreia, com uma primeira coleção híbrida de Brasil/Inglaterra. O molde, trazido de além-mar, forma designs mais clássicos, mas que não eram encontrados com facilidade dentre os modelos produzidos pela indústria brasileira. “Quando eu vinha para o Brasil de férias – enquanto ainda estava fora – eu sentia uma defasagem no outono/inverno de botas mais atemporais, que tenham um formato mais elaborado, pensado. São modelos que você encontra fácil na Europa, e a gente tem demanda aqui”, explica Sheila.

 

O próprio nome, se traduzido do tupi-guarani, nos revela a intenção da marca. Afinal, o correspondente “distante” foi esticado para que significasse algo que atravessa o tempo, bem como sugere o slogan “para ir longe”. Isso mesmo, é um produto que pretende te acompanhar por longos períodos. E não só na estética.

 

Como matéria-prima principal, Sheila elegeu o couro para caracterizar a marca. “Ainda é uma das melhores opções no mercado calçadista, até porque tem propriedades muito interessante para o sapato”, diz. A exemplo, ela revela que o forro quando feito em couro permite que o pé “respire” e que o suor seja rapidamente evaporado uma vez descalçado. Além de que, constituem o material em que os modelos já clássicos são usualmente confeccionados.

 

Mesmo que sempre de olho em questões ambientais, ela revela que não existem, ainda, materiais que substituam as propriedades do de origem animal, muito embora a tecnologia caminhe para isso. Em constante estudo, ela prevê utilizar outros materiais e oferecer alternativas para aqueles que não consomem produtos em couro. Mas garante, muito mais do que não consumir é ter consciência sobre o tipo de material que se compra. ” Um sapato ou artigo de couro é sustentável sim, pois é um material biodegradável muito mais do que qualquer sintético e ele dura muito mais”, comenta. Características estas que freiam a produção acelerada de lixo, por exemplo.

 

 

 

O design

 

Em termos de aparência, a primeira coleção revela bem a influência britânica, pela opção de utilizar modelos já consagrados para compor as primeiras peças. Com releituras próprias, as pequenas nuances não deixam de evidenciar a total atemporalidade dos sapatos Apuê, pelo menos desta primeira coleção. E, a ideia de Sheila, é manter estes modelos como base e ir adaptando para incrementar as coleções futuras, sem nunca perder a característica de oferecer algo que prevaleça a questões de temporada.

 

A preocupação com conforto e acabamentos dão toque de diferencial na marca. até mesmo a embalagem, foi projetada para que o descarte não seja uma opção, seja pela beleza, utilidade ou pela durabilidade do material utilizado. Muito bem produzidos e trabalhados, cada detalhe dos sapatos Apuê salta aos olhos de quem os conhece, e a qualidade está estampada em cada par. É para se encantar e escolher um de cada. 

 

As vendas, hoje, são feitas com exclusividade na loja Arad Tailored Jeans – Rua Vicente Machado, 664. 

 

 

 

 

 

 

 

 

Previous Conselho de amigo: coisas que você não pode perder esta semana
Next EM Indica: ficções metalinguísticas e documentários daqui

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *