A POCHETE DE CARNAVAL IDEAL PARA UM FERIADO DE MENOS IMPACTO


O carnaval é um dos feriados mais populares entre os brasileiros e também um dos que mais gera lixo no país. De acordo com a prefeitura do Rio de Janeiro, o carnaval carioca gerou mais de 600 toneladas de lixo apenas em 2018. Num momento em que a conscientização do uso do plástico e do descarte correto tem cada vez mais adesão, antigos hábitos de consumo passam a ser questionados.

Conversamos com Flávia Ribeiro, gerente de conteúdo da Westwing e criadora do blog Vida de Amora sobre os hábitos sustentáveis possíveis de adotar no Carnaval. Ah, no final ainda criamos uma lista de essenciais na pochete de que quer curtir o feriado com consciência.

A ADOÇÃO DE NOVOS HÁBITOS 

O primeiro passo, segundo Flávia, é repensar todos os seus hábitos e esse processo deve levar algum tempo para ocorrer de forma natural. “É quando começamos a pensar no tanto de lixo que a gente consome durante o dia, no tanto de roupa que temos e muitas vezes não usamos. Essa é uma tomada de consciência muito leve, não é algo que acontece do dia para a noite”, conta.

“O consumo consciente é uma tomada de consciência, de reflexão e de autoconhecimento.”

CARNAVAL CONSCIENTE 

O descarte no carnaval pode ser diminuído com algumas mudanças de mindset. Apostar em marcas que fazem produtos pensando no futuro como os copos retornáveis e no glitter biodegradável, são alguns exemplos. O glitter tradicional é feito de micro pedaços de plástico que levam anos para se decompor (veja mais na nossa matéria sobre o plástico).

A customização de fantasias utilizando produtos de casa, é outra forma de diminuir o consumo de novos produtos. “Para um carnaval ser mais consciente, ele tem que ser um carnaval onde você reaproveita as coisas que você já tem. Você pode criar uma fantasia ou um adorno na cabeça com coisas que você consumiu e isso pode se transformar numa coisa superinteressante. Colheres de plástico que você vai juntando pode virar uma fantasia doida”, sugere.

3 ITENS PARA A POCHETE PERFEITA DO CARNAVAL

A pochete é um item chave para quem quer curtir os dias de carnaval nos bloquinhos espalhados pelas cidades e se preocupar menos com a segurança dos pertences. E já que o assunto é consciência, pedimos para Flávia Ribeiro montar uma pochete com 3 itens essenciais para um carnaval sem lixo.

1 – O copo retrátil reutilizável 

O produto que hoje é facilmente encontrado em vários pontos de venda ganhou popularidade nos últimos anos por ser fácil de carregar foi a primeira escolha de Flávia. “O copinho é importante para quando você for comprar alguma bebida você não precisar consumir plástico”, conta. Segundo dados de 2018 do WGSN, os resíduos de plástico equivalem a 300 milhões de toneladas geradas por ano e desse número, apenas 10% é reciclado. Estima-se que desse total, 12 milhões de toneladas acabam no oceano.

O copo reutilizável evita a utilização de copos plásticos durante os dias de bloquinho. (Reprodução/Mayara Silva)
2 – O Glitter Biodegrádavel 

O glitter biodegradável serve para chegar no bloquinho dividir com as amigas! Assim evitamos de usar os glitters que prejudicam o meio ambiente.”, indica Flávia. Também segundo a WGSN até 2021 o glitter tradicional será banido das principais festas e festivais ao redor do mundo. É mais do que nunca a hora de apostar neste item.

O glitter biodegradável deve substituir o glitter tradicional até 2021. (Reprodução/WGSN)
3 – Canudo Inox

A última escolha de Flávia para a pochete é o canudo de inox. Já popular entre os brasileiros, ele substitui o canudo de plástico, que já é proibido em 9 estados do Brasil. Além de ser um aliado ao copo reutilizável, ele pode ser emprestado para algum amigo que ainda não possui essa consciência de consumo.

Os canudos de inox também estão entre as escolhas de Flávia Ribeiro para uma pochete consciente. (Foto/Reprodução)
Previous Poderia a Coty ganhar a corrida do movimento a “beleza limpa”?
Next Mudanças no comportamento do consumidor direcionam investimentos no varejo offline

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *